A Tintex Textiles expôs a nova colecção A/W 19-20 contendo malhas inovadores, e apresentou o Naturally Clean, uma nova técnica de acabamento, singularmente responsável, na edição da Munich Fabric Start, que tomou lugar de 4-6 se Setembro.

“O Naturally Clean realça a beleza do algodão, com uma abordagem moderna e eficaz a nível de custos, que elimina tratamentos agressivos, optimizando superficies limpas, cores vívidas, providenciando um toque suave e requintado” explica a empresa. “O Naturally Clean alcança este objetivo primeiramente graças ao uso da tecnologia da Novozymes, uma empresa-líder em soluções biológicas, e segundo graças ao uso de químicos com o menor impacto ambiental possível, sem comprometer a performance, do parceiro Beyond Surface Technologies.”

“O Naturally Clean retém as características originais durante um longo período de tempo. Todos os materiais são certificados com Oeko-Tex e em breve com Bluesign, eliminando assim susbstânicas nocivas.”
A colecção Outono/Inverno 2019-2020 da Tintex inclui tonalidades vibrantes, turquesa refrescante e verde eléctrico, cobres claros e quentes com castanhos-chocolate que ligam o natural ao espiritual num universo extra-sensorial. As malhas são infundidas com uma palete deslumbrante the cores nostálgicas e multiculturais - amarelos quentes com vermelhos-escuros, lilases dinâmicos e cinzas urbanos.
Os ingredients-chave desta estação incluem uma nova geração de algodão orgânico certificado com GOTS, algodão Supima e Ecotec da Marchi & Fildi que alegadamente representa uma redução no consumo de água na ordem dos 77,9%.

Outros ingredients incluem o SeaCell e o Smartcel: obtidos através do mesmo processo em circuíto-fechado para Liocel, sem libertar desperdícios químicos. O processo patenteado do Seacell diz permitir que as propriedades positivas das algas sejam permanentemente preservadas na fibra, mesmo após múltiplos ciclos de lavagem.
A Refibra da Lenzing technology é outra inovação apresentada na colecção. Envolve a reciclagem de uma percentage substancial de desperdícios de algodão, por ex., da produção de peças de vestuário, com a adição de polpa de madeira, onde a matéria-prima é transformada de modo a criar a nova fibra Tencel Liocel para produzir novas malhas e peças
O Cupro da Asahi Kasei é um material de nova geração certificado por GRS, feito a partir de caroços de algodão, com certificação de biodegradabilidade pela Innovhub. Finalmente, o Roica CF da Asahi Kasei que oferece uma solução durável ao nível da neutralização do odor, graças ao facto de ter o ingrediente-activo dentro do fio.